Em dezembro de 2016, o delegado da Polícia Federal Pedro Meireles, foi demitido.

Na última semana o delegado da Polícia Federal, Pedro Meireles, que atua no estado do Maranhão, conseguiu por intermédio do escritório Queiroga, Vieira, Queiroz e Ramos reverter no Tribunal Regional Federal da 1ª Região a sua exoneração da Polícia. O desembargador Francisco Cunha aceitou algumas das teses levantadas por nosso escritório, que defende o delegado. Um dos argumentos utilizados foi o de que as testemunhas não seriam idôneas, uma vez que foram alvo de operações comandadas por nosso cliente.

No voto do desembargador ele diz que “… Estas razões soam com tom de verdade…” E concluiu: “… Diante disto, determino à União adotar as medidas que se façam necessárias ao desfazimento do ato que demitiu o Agravado”.

Veja também: http://gilbertoleda.com.br/2017/09/25/exclusivo-justica-federal-determina-reintegracao-de-pedro-meireles-a-pf/